Saltar para Conteúdo Saltar para Navegação
Milhões de Festa 2014
Álbum Soul Search

Nothing But A Nightmare

O novo sete polegadas dos norte-americanos abre excelentes perspectivas para o seu primeiro álbum a sério.

Data de Edição
2013
Editora
Back To Back
Géneros
Hardcore, Metal
Por Emanuel Pereira 1 de Fevereiro, 2013

Do numeroso lote de bandas de hardcore que têm vindo a surgir nos States, há nomes que saem disparadamente destacados - falamos do hardcore mais tradicional, se assim o quisermos apelidar, de inspiração no movimento NYHC. Temos os Trapped Under Ice em Baltimore, os Cruel Hand em Portland, os Backtrack em Nova Iorque, os Expire em Milwaukee e os Rotting Out em Los Angeles. De antípoda a antípoda, não falta gente irascível, pronta a irromper um trinta-e-um sempre que haja uma nesga de oportunidade. Ora, também da Califórnia, os Soul Search incluem-se exactamente nessa descrição.

Amigos dos Rotting Out – membros das duas bandas deram origem aos Minority Unit, grupo de curta duração, mas que fez muito miúdo vestir orgulhosamente camisolas a dizer straight edge -, estes rapazes são do mais pesado que podemos encontrar no hardcore norte-americano. O seu EP de estreia, Bury The Blame, editado em 2011, já assim o dava entender: apresentando um denso e obscuro som de guitarra, abraçado a uma asfixiante atmosfera, os Soul Search brotaram de imediato para a ribalta de palcos como o do cimeiro Sound & Fury Festival.

Dois anos volvidos, os norte-americanos ainda não fazem all-in num longa-duração, preferindo manter as opções em aberto com um sete polegadas de onze minutos. Em Nothing But A Nightmare, encontramos um reforço das características supracitadas; e que reforço! Desde já, a produção está a anos-luz, para melhor. Depois, mais do que uma simples abordagem hardcore, os Soul Search conseguem ter momentos quase à Obituary, tal é o peso das guitarras e da toada imposta pelos sul-californianos – ouça-se Slow Burn, que no gravítico breakdown inclui até um solo bem na escola do metal old school. Tresandando a negatividade, o registo está longe de se apresentar somente como uma banda sonora para uns quantos movimentos no pit e uns outros tantos stage dives; temos aqui uma demonstração de uma eficaz integração de elementos de outros géneros, sem que com isso a banda se transporte para o campo do hardcore à Holy Terror.

Duas esferas validamente unidas em Nothing But A Nightmare, que aguçam a curiosidade para o primeiro álbum dos Soul Search